top of page

Anvisa e Polícia Federal interrompem Brasil e Argentina por desrespeito a protocolos sanitários


Agentes da Anvisa e da Polícia Federal entraram em campo para retirar quatro jogadores da Argentina. A bola estava rolando e o jogo foi paralisado com seis minutos de partida. Em seguida, todos jogadores da Argentina saíram e foram para o vestiário na Neo Química Arena.


Os quatro jogadores da Argentina foram ameaçados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) de deportação e foram para o jogo. A Conmebol e a CBF entraram em contato com Governo Federal para administrar a situação.


São eles: o goleiro Emiliano Martinez, os meia Emiliano Buendia e Giovani Lo Celso e o zagueiro Cristian Romero. Os quatro atuam na Inglaterra.


O protocolo de Covid-19 teve aceite de todos países que participam das competições da Conmebol - como Libertadores, Sul-Americana e, claro, Eliminatórias.


Com informações do ge






Comentários


PUBLICIDADE

bottom of page