top of page

Artista pode ser multado por tentar restaurar, por conta própria, casarão abandonado no RN


Deveria ser algo a ser enaltecido. Contudo, o poder público resolveu agir e, mais uma vez, dificultar tudo. Foi isso que aconteceu com o artista plástico curraisnovense (mas com fama internacional), Rasmussem Sá Ximenes, conhecido como Mocó. Ele relatou em seu Instagram (@mocotopia) que a tentativa de recuperar o casarão e uma estação de trem localizados na fazenda Muquén, em Antônio Martins (RN) não só está ameaçada como ele ainda pode ser multado pelas autoridades.


De acordo com o Blog do BG, Mocó afirma ter sido intimado por um órgão público, o qual ele não cita, e teria que derrubar tudo que foi feito até agora e além disso teria que pagar uma multa. “Não tenho ajuda do poder público, de fundações, de empresários, nada”, conta Mocó, que utilizou dos próprios recursos para tocar o projeto.


“Alguém foi no órgão e reclamou do que eu e Karla estávamos fazendo na fazenda. Esbarramos na burocracia e não poderemos fazer isso tão rápido como gostaríamos”, disse Mocó. “Vou ter que pagar para destruir o que foi feito, vou ser processado e vou ter que pagar uma multa”, completou.


Ele se queixa de estar sendo prejudicado por ter tido a iniciativa de fazer o bem.

Comments


PUBLICIDADE

bottom of page