Benes cobra ação imediata do Governo após assassinato de PM

Coordenador da bancada federal do Rio Grande do Norte, o deputado federal Benes Leocádio (Republicanos) reagiu a mais uma notícia de violência com passageiros no trajeto de saída do aeroporto de São Gonçalo do Amarante e o assassinato de Policial militar após na Praia do Meio. O parlamentar cobrou maior segurança e ressaltou a importância de garantir tranquilidade para os potiguares e visitantes do Estado. O deputado revelou que se reunirá com o Secretário de Segurança, Francisco Araújo, e que vai procurar a governadora Fátima Bezerra (PT) para buscar soluções.

“Essas notícias deixaram a todos preocupados, é algo de extrema aflição. O aeroporto é nossa porta de entrada para o mercado que tem grande importância econômica para o RN, que é o turismo. E nós estamos vendo a cada dia situações como essas se repetindo, alguém sendo abordado, assaltado, passando por situação de violência e até de homicídios. Só quem já viveu momentos de terror é que sabe o tamanho desse sofrimento”, disse o parlamentar.


Benes fez referência ao crime registrado na madrugada deste sábado (28), quando um motorista de aplicativo transportava um passageiro saindo do terminal. No meio do caminho eles foram abordados por três bandidos, que levaram o carro e os dois de refém. Momentos de terror que só terminaram quando ambos foram soltos uma hora depois na zona Norte de Natal. Já neste domingo (29), mais um caso de violência foi registrado na capital. Um policial militar acabou morrendo após reagir a um assalto.

“Isso preocupa não apenas quem está chegando no RN, mas também aos trabalhadores, nossos conterrâneos, motoristas, todos ficam apreensivos porque estão indo buscar o pão de cada dia e colocando a própria vida em risco”, disse.

Para resolver o problema, Benes acredita que é preciso aumentar o efetivo policial, quantidade de equipamentos e investir mais também no setor de inteligência da Polícia. O deputado relembra o alto déficit de pessoal que os órgãos de segurança possuem e relata que o quantitativo é insuficiente para garantir paz a população potiguar. Ao ser questionado sobre quais ações tem implementado enquanto parlamentar para contribuir com a melhoria da segurança, o deputado diz que atuou para alterar a legislação penal brasileira e destaca que não apenas ele próprio como toda a bancada potiguar tem feito encaminhamento de recursos para o setor no Estado. “Mas isso é um pequeno passo diante da necessidade. Não vejo saída a não ser união das forças de segurança, entes federativos, entidades civis organizadas, que possam levar sugestões e levantar debates para conhecermos deficiências e soluções”, completa.


PUBLICIDADE

© 2020. Portal Potiguar. Todos os direitos reservados.