Bilionário dono da Havan recebe auxílio emergencial

O empresário Luciano Hang, dono da Havan, teve seus dados vazados pelo grupo de hackers Anonymous.



O escândalo gira em torno do programa do auxílio emergencial, também conhecido como "coronavoucher", onde revela ter Hang cadastrado no programa.


O “coronavoucher” é concedido a microempreendedores individuais, trabalhadores sem carteira, autônomos que contribuem para o INSS e inscritos no Bolsa Família.


Esta medida foi estabelecida como fonte de amparo decorrente a pandemia, sendo assim, a lei não poderia fornecer ajuda a uma pessoa que não esteja inclusa nos grupos acima.


A fraude foi descoberta nesta terça-feira (2), após o grupo de hackers tentar cadastrar o empresário no programa de auxílio, tendo os seus dados já inclusos no sistema. O sistema da Caixa ainda informou que o empresário já havia recebido a primeira parcela de 600 reais.


Hang tomou conhecimento dos fatos, condenando o grupo de hackers pelo vazamento de dados e divulgação de informações pessoais, exigindo investigações pela Polícia Federal.

PUBLICIDADE

© 2020. Portal Potiguar. Todos os direitos reservados.