Bispo proíbe missa de posse para prefeitos e diz que políticos precisam se confessar

Divulgação

O bispo de Patos, na Paraíba, dom Eraldo Bispo da Silva, proibiu missas para marcar a posse de novos prefeitos em sua região.

“As pessoas perguntam e eu respondo: não haverá missas a título de posses de prefeitos. Não existe missa para posse de prefeitos. Isso foi uma invenção.”

O bispo acrescentou, dirigindo-se aos prefeitos eleitos:

“Pode vir para a missa rezar, [mas] venha para a confissão antes. Porque pecou muito na campanha, xingou, difamou, comprou voto, foi corrupto. Tem que se confessar.”

Dom Eraldo disse ainda que os prefeitos serão tratados “como qualquer outro católico”, “na missa normal”.

“Não tem nem cadeira destacada na frente. Na Diocese de Patos, enquanto eu estiver aqui, não haverá destaques em bancos da frente para políticos. É preciso que a gente coloque as coisas no seu devido lugar.”


PUBLICIDADE