Bolsonaro diz ser contra exame da OAB para advogados

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse hoje ser a favor de que advogados possam exercer a profissão sem a necessidade de fazer o exame da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), que ele classificou como "um caça-níquel". Esta não é a primeira vez que Bolsonaro se posiciona contra o exame da OAB. Esse tema tem feito parte da retórica do presidente desde a campanha eleitoral de 2018. Ele chegou a afirmar que muitos bacharéis em Direito acabavam atuando como "boys de luxo" em escritórios de advocacia.


Em conversa com apoiadores na portaria do Palácio da Alvorada, transmitida em seu Facebook, o presidente foi abordado por simpatizante dizendo que os bacharéis querem trabalhar. "Tinha projeto de interesse de vocês no passado, o Eduardo Cunha colocou em votação quando era presidente (da Câmara) e foi derrotado, com toda a força que ele tinha naquele momento. Então, você vê a dificuldade de atender seu pleito", respondeu Bolsonaro. "Eu acho justo: fez faculdade, pode trabalhar. Não tem que fazer exame de ordem, não, que é um caça-níquel muitas vezes", continuou.

PUBLICIDADE