Bolsonaro e a prisão de Toffoli e Alexandre de Moraes


No encontro de ontem, para combinar a estratégia contra o STF, Jair Bolsonaro leu uma mensagem postada por Modesto Carvalhosa nas redes sociais, diz a revista Crusoé.

Nela, o jurista diz que o presidente do Supremo, Dias Toffoli, e o ministro Alexandre de Moraes transformaram a corte em um “tribunal de exceção” e que, por isso, a Procuradoria-Geral da República deveria “promover” a imediata prisão preventiva de ambos.

PUBLICIDADE