Bolsonaro e sua nova receita para combater a Covid: chá dos índios


Foto: Reprodução

Em sua live desta quinta (27), transmitida de São Gabriel da Cachoeira (AM), Jair Bolsonaro disse ter perguntado aos índios balaios se a Covid havia chegado à região e se algum deles havia morrido da doença.


“Perguntei se algum tinha morrido. Responderam não. Foi antes da vacina? Disseram que sim. Perguntei por que não morreram. Eles tomaram chá de carapanaúba, saracura ou jambu. Não tem comprovação científica”, disse o presidente, em alusão a cloroquina.


“Poderia essa querida CPI do Senado, que tem como presidente o senador Omar Aziz, convidar os índios para ouvi-los, para, quem sabe, levar os chás de carapanaúba, saracura ou jambu. Ianomâmis tomaram os chás também”, prosseguiu Bolsonaro.


Logo em seguida, o presidente explicou por que não disse “cloroquina” com todas as letras: “Não vou falar aquilo que eu tomei para não cortarem o sinal da internet” (na verdade, é medo de que tirem o vídeo da live do Facebook ou do YouTube).


“Tive sintomas há um mês atrás, igualzinho da primeira vez que fui infectado, e tomei aquilo, fiz o exame e não deu nada”, acrescentou Bolsonaro.



O Antagonista

PUBLICIDADE