top of page

Bolsonaro sanciona fundão eleitoral de 4,9 bilhões


Jair Bolsonaro sancionou o orçamento de 2022 com o fundão eleitoral de R$ 4,9 bilhões, quase o triplo do valor destinado às eleições em 2018 (R$ 1,7 bilhão). Para garantir o montante recorde, o presidente vetou R$ 3,18 bilhões previstos para emendas de comissão (R$ 1,36 bi) e despesas discricionárias (R$ 1,82 bi).


Bolsonaro também manteve R$ 1,7 bilhão para aumento dos policiais federais, rodoviários e agentes do Departamento Penitenciário Nacional.


O valor total da despesa do governo para este ano é de 4,7 trilhões de reais, sendo 1,9 trilhão para o refinanciamento da dívida pública. A Lei Orçamentária prevê ainda R$ 89,1 bilhões para o Auxílio Brasil.


Os ministérios que receberão as maiores verbas são Trabalho e Previdência (R$ 889 bilhões), Saúde (R$ 180 bilhões), Cidadania (R$ 173 bilhões), Educação (R$ 137 bilhões) e Defesa (R$ 116 bilhões).


O Antagonista

Posts Relacionados

Ver tudo

PUBLICIDADE

bottom of page