top of page

Candidata do PT no RN emite nota sobre apreensão de dinheiro e santinhos de sua campanha


Candidata pelo PT a deputada federal, Samanda Alves se manifestou por meio de nota pública, após a notícia que a PRF prendeu em flagrante dois homens por crime eleitoral, transportando santinhos da sua campanha. Também foram apreendidos mais de R$ 8 mil em espécie e uma lista de pagamento.


Em nota, Samanda afirmou que recebeu com indignação a informação do ocorrido e que não compactua com quem deseje comprar votos utilizando seu nome.


Confira a nota pública completa:


Após o flagrante da PRF de crime eleitoral, realizado na noite desta sexta-feira (30), que resultou na prisão de dois homens que transportavam R$ 8 mil em espécie, santinhos de candidatos a deputado no RN e uma lista de pagamento.


Recebi com indignação a informação de que, entre material de campanha encontrado com casal que supostamente estaria cometendo crime eleitoral de compra de votos no município de Caiçara do Rio do Vento, haveria material gráfico de nossa candidatura.


Não autorizei, não compactuo e não serei conivente com quem quer que deseje fazer isso usando meu nome ou macular a nossa candidatura por interesses vis. Que o crime seja investigado e, se comprovado, seus autores punidos exemplarmente.


A prática de compra de votos é uma grave violação do processo eleitoral onde, se aproveitando da situação de miséria que o povo brasileiro atravessa, procura-se sobrepor o poderio econômico à discussão de ideias e projetos.


Historicamente o Partido dos Trabalhadores combate esta prática e é vítima dos que se utilizam deste crime para vencer eleições. A compra de votos, lugar comum da velha política coronelista, macula a democracia e deve ser por todos repudiada.


Em mais de 20 anos de militância política no Partido dos Trabalhadores, enfrentando este tipo de conduta por parte dos partidos que não representam os interesses democráticos e populares, sempre estivemos em lado oposto a essa pratica.


Por fim, informo que temos um disk material de campanha, divulgado em nossas redes sociais, que possibilita o acesso de qualquer pessoa aos nossos materiais impressos sem qualquer possibilidade de controle sobre quem o recebe.

PUBLICIDADE

bottom of page