top of page

Cidades do RN contratam a mesma banda e diferença de valor no contrato é quase o dobro

Em tempos de crise financeira e pandêmica, as prefeituras vivem “chorando miséria” dizendo que estão apertadas, sem condições, etc. Sem citar a questão da Covid-19.

Aí quando você se depara com fatos como da cidade de Porto do Mangue em que a Prefeitura contratou a banda Calcinha Preta por R$ 160 mil para tocar na festa de emancipação da cidade que aconteceu nesta terça-feira (28).


O espantoso é que no começo do mês, a mesma banda tocou em Portalegre por R$ 85 mil. Quase metade do que foi pago em Porto do Mangue.


Resta saber os motivos para uma diferença tão considerável de valores e a necessidade de tanto investimento para uma festa.

PUBLICIDADE

bottom of page