top of page

Ciro desafia Moro para um debate: ‘Sei que não aceitará porque é covarde”

O pré-candidato à Presidência Ciro Gomes (PDT) desafiou o também pré-candidato Sergio Moro (Podemos) para um debate durante as eleições de 2022.

A proposta foi feita depois que o ex-juiz afirmou que o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que também devem concorrer ao pleito, não aceitariam o confronto com ele. A declaração de Moro foi feita durante um encontro com o grupo “Derrubando Muros”, que reúne economistas, empresários, educadores, banqueiros e intelectuais do centro.

Na conversa, o ex-ministro se apresentou como um pré-candidato com “viés liberal” na economia e disse “ter dúvidas” se Bolsonaro e Lula iriam aceitar participar de debates com ele na campanha presidencial do ano que vem. “Tem que ver se vai ter debate. Eu me disponho a ir, mas tenho dúvidas se o ex e o atual presidente vão se dispor a ir nessa arena”, disse.


Nas redes sociais, Ciro Gomes respondeu Moro e afirmou “não ter dúvida” que o presidente e o ex-presidente iriam fugir dos debates. “Tenho certeza de que eles não vão aceitar debater com ninguém”, disse. “Nem mesmo com um despreparado, como você. Mas você não gostaria de demonstrar sua ‘coragem’ e ‘preparo’ debatendo, agora, comigo?”, desafio Ciro.


No post, Ciro ainda questiona Moro e diz que ele vem fugindo do encontro com ele. “Escolha o dia, a hora, o formato e o temas que quiser. Aceitei de pronto. Eu que sei que você não aceitará porque é covarde, dissimulado e despreparado”, disse.


Debates

Em 2018, Bolsonaro não participou dos debates eleitorais depois que foi esfaqueado em Minas Gerais. Embora o presidente diga que vai participar dos encontros em 2022, ele também já afirmou que algumas imposições devem ser obedecidas.


“É para falar do meu mandato. Até a minha vida particular fique à vontade, mas que não entrem em coisas de família, amigos, que não vai levar a lugar nenhum”, disse o presidente, em trecho de entrevista ao jornalista Luiz Ernesto Lacombe, da RedeTV.


Lula também não descarta os debates. Apesar de ainda não dizer que é pré-candidato nas eleições, o ex-presidente já vem participando de uma agenda eleitoral. Eleito presidente do Brasil por duas vezes (2003-2006 e 2007-2010), Lula nunca faltou a debates no segundo turno.

Comentários


PUBLICIDADE

bottom of page