“Com apoio da família Bolsonaro, serei campeão de votos”, diz Queiroz

O ex-PM e ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, confirmou que busca um partido para disputar uma vaga na Câmara dos Deputados nas eleições de 2022. Apesar de afirmar que é “independente”, ele aposta em um eventual apoio da família Bolsonaro, de quem diz ser próximo e o que o tornaria “o deputado mais votado do Rio”.

“Quem me apoia são os conservadores, várias páginas de direita que, no privado, conversam comigo, falam que eu devo vir [candidato]. Então estou acreditando nisso aí e venho independente”, disse Queiroz em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo. Recentemente, surgiram informações de que Queiroz estaria interessado em se candidatar para as eleições de 2022. Ele, inclusive, afirmou ter recebido convites de filiação de quatro partidos. “Ainda não tem nada certo, mas ainda bem que as pessoas estão vindo me procurar e eu tenho espaço e oportunidades”, disse Queiroz sobre a possibilidade de se lançar como candidato a deputado federal pelo Rio de Janeiro nas eleições deste ano. Além disso, postagem feita nas redes sociais no início de 2022 reforça indícios de candidatura. As imagens, nas quais Fabrício aparece em manifestações bolsonaristas e ao lado de Bolsonaro, trazem marca com o nome Queiroz sobre as cores verde e amarela e a inscrição “estamos juntos nessa luta”.

De acordo com Queiroz, algumas conversas informais têm acontecido com o PTB, partido do ex-deputado federal Roberto Jefferson, mais um apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL).

“A minha tendência é ir para o PTB, mas não conversei ainda com o presidente [do partido] aqui no Rio, o [Marcus Vinícius] Neskau. Mas estou vendo um partido que seja conservador e minha pretensão é, sim, vir [como candidato] a deputado federal”, acrescentou.


Metrópoles