Concursos públicos voltarão com tudo em 2021; confira os previstos

Reprodução

Seguir carreira pública é algo que enche os olhos de boa parte da população e, em 2021, a tendência é que não faltem oportunidades para os concurseiros de carteirinha.

Trata-se de uma retomada, após um ano atípico, em que muitos certames acabaram cancelados, devido ao avanço da pandemia do novo coronavírus no Brasil.

Entre eles, está o da Polícia Federal, que definiu o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) como banca organizadora. Com 1,5 mil vagas, a previsão é que o edital saia em janeiro. São 893 postos para agente, 400 para escrivão, 123 para delegado, e 84 para papiloscopista.

A corporação quer celeridade no processo para que, em agosto, os aprovados já ingressem na academia e o provimento de cargos ocorra até 31 de dezembro de 2021. Excedentes também poderão ser chamados.

Trata-se do segundo maior concurso já realizado pela corporação. Ao final do processo, a PF contará com o maior efetivo de sua história, podendo ultrapassar a marca de 12 mil policiais.

Assim como o certame da PF, o concurso da Polícia Rodoviária Federal (PRF) terá o Cebraspe como banca organizadora para a contratação de 1,5 mil agentes. O pleito será lançado na segunda quinzena de janeiro de 2021 e a remuneração é de R$ 10 mil.

No Distrito Federal, a Polícia Militar também planeja um novo concurso, com 2,1 mil vagas para soldado, no fim de 2021. A PM trabalha no planejamento do certame junto ao Governo do DF, a fim de obter as autorizações necessárias e colocar o certame na praça.


Além dos já citados, confira alguns dos mais aguardados concursos em 2021. Confira:


Receita Federal

  • 3.314 vagas; nível superior (auditor fiscal e analista tributário);

  • Auditor fiscal: R$ 20 mil;

  • Analista tributário: R$ 12 mil.

Banco Central (Bacen)

  • 260 vagas de nível superior e médio;

  • Procurador: R$ 20.109,56;

  • Analista: R$ 18.057,94;

  • Técnico: R$ 6.851,13.

Secretaria do Tesouro Nacional (STN)

  • 120 vagas de nível médio e superior;

  • Auditor fiscal do Tesouro Nacional: remuneração entre R$ 19,6 mil e R$ 27 mil;

  • Técnico de finanças e controle: salário inicial varia entre R$ 6.882,57 e R$ 7.309,13.

Fundação Nacional do Índio (Funai)

  • 826 vagas para os níveis médio e superior;

  • Remunerações iniciais de R$ 5.482,07 e R$ 6.693,87, respectivamente.

Instituto Nacional de Câncer (INCA)

O pedido foi encaminhado para o Ministério da Saúde e também aguarda autorização da pasta da Economia. O número de vagas não foi divulgado.

Baseado nos anteriores, no entanto, a remuneração inicial é de R$ 5.821,50 para cargos de nível médio e técnico, e de R$ 10.694,23 para cargos de nível superior.

Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq)

  • Total de 109 vagas para os cargos de: analista administrativo, técnico administrativo, especialista em regulação de serviços de transportes aquaviários e técnico em regulação de serviços de transportes aquaviários;

  • Segundo os editais passados, a remuneração equivale a R$ 7 mil para técnico, R$ 13 mil para analista e R$ 15 mil para especialista.

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama)

O edital do Ibama é aguardado deste 2019. A expectativa é de selecionar mais de 2 mil profissionais. Os salários chegam a R$ 7,6 mil.

Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT)

O concurso pode oferecer cerca de 400 vagas. Os salários chegam a R$ 15 mil.

Tribunal de Contas da União (TCU)

Para o TCU, a expectativa é de 20 vagas. Os salários variam entre R$ 7 mil e R$ 12 mil, sem contar os benefícios.

Controladoria-Geral da União (CGU)

Foi solicitado um novo certame destinado aos níveis médio e superior. O número de vagas solicitadas, porém, não foi divulgado. A remuneração deve seguir as seguintes cifras:

  • Nível superior: R$ 19.197,06, com perspectiva de alcançar R$ 27.369,67;

  • Nível médio: R$ 7.283,31, com perspectiva de alcançar R$ 12.514,58.

Comissão de Valores Mobiliários (CVM)

A CVM precisa de inspetores, analistas e agentes executivos. Os salários variam entre R$ 19,1 mil para os graduados, e R$ 7 mil para quem tem ensino médio completo.

Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN)

A seleção é esperada para 2021, com salários que podem chegar a R$ 7 mil.

Anvisa

  • 89 vagas, para os cargos de técnico administrativo, técnico em regulação e vigilância sanitária, analista administrativo, e especialista em regulação e vigilância sanitária.

IBGE – Censo Demográfico

  • Vagas/cargo: recenseador (180.557); agente censitário municipal (5.462); e agente censitário supervisor (22.676);

  • Remuneração: recenseador – média de R$ 1.278,94 para jornada de 25 horas semanais; no cargo de agente censitário municipal, corresponde a R$ 2,1 mil; de agente censitário supervisor, na faixa de R$ 1,7 mil;

  • Banca: Cebraspe.

Senado Federal

  • Nível médio: 24 vagas para técnico legislativo (policial legislativo);

  • Nível superior: quatro vagas para advogado e 12 vagas para analista legislativo;

  • Remuneração: R$ 18.591,18 a R$ 35.114,14.

Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

Em publicação no Diário Oficial da União do dia 2 de dezembro de 2020, foram autorizadas 32 vagas para provimento – 15 para o cargo de analista judiciário e 17 para o cargo de técnico judiciário. A remuneração é de, aproximadamente, R$ 12 mil.



Metrópoles


PUBLICIDADE