DCE da UFRN vai ocupar reitoria contra calendário de aulas 2021

Divulgação

O período letivo 2020.2 da Universidade Federal do Rio Grande do Norte inicia na segunda-feira (18), mas ao invés das salas de aula, o Diretório Central dos Estudantes – DCE/UFRN pretende ocupar a reitoria, exigindo a revogação do calendário de aulas 2021.


Eles alegam que “a reitoria aprovou um calendário acadêmico sem ouvir os estudantes, professores e técnicos e a falta de diretrizes para o treinamento dos professores e capacitação para darem aulas remotas junto com o atraso no auxílio dos estudantes tem precarizado ainda mais o ensino durante a pandemia”.


A UFRN divulgou na última semana que devido à pandemia da covid-19, as atividades serão realizadas no formato remoto, com a possibilidade de oferta de componentes práticos de forma presencial, desde que aprovados pelas instâncias universitárias competentes e asseguradas as condições estabelecidas no Protocolo de Biossegurança da UFRN.


A Universidade Federal realizou o período 2020.1, que iniciou em fevereiro de 2020, foi suspenso em março devido à pandemia, tendo sido retomado no período de 8 de setembro a 19 de dezembro de 2020. Dessa forma, dando seguimento ao calendário, o Consepe aprovou a realização do período 2020.2, de 18 de janeiro a 30 de abril de 2021.


PUBLICIDADE