Elas são maioria: Oposição de Marcelino Vieira aposta no poder das mulheres

Em Marcelino Vieira elas são maioria. De um total de 6.558 eleitores, 3.410 são eleitoras do gênero feminino representando 52% do total. Já os homens são 3.148, sendo 48% do total, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral.


Ao longo desse período as candidatas Tâmisa e Roberta têm realizado uma campanha com foco no protagonismo feminino, com destaque para as propostas que realcem a autoestima e o empoderamento das mulheres.

"A igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres não são apenas direitos humanos, mas são também imprescindíveis para atingir o desenvolvimento social, e a participação política das mulheres é um aspecto primordial para esse desenvolvimento", destacou a candidata a vice-prefeita Roberta Fernandes. Durante programas eleitorais Roberta apresentou proposta de apoio às mulheres vítimas de violência. "O acolhimento das mulheres vítimas de violência começa com apoio psicológico adequado e isso será prioridade na nossa gestão a partir de 2021", disse.

O direito das mulheres participarem da vida política está garantido em várias convenções internacionais, mas transformar esse direito em realidade ainda é um desafio constante nos dias atuais.

A candidata a prefeita Tâmisa falou sobre a caminhada política e externou o desejo de fazer uma gestão diferente.

"Sabemos que lugar de mulher é onde ela quiser,e nós queremos estar na prefeitura, a frente de uma gestão participativa, inclusiva e igualitária. E vamos estar lá com todas as vieirenses", finalizou.

Elas têm o poder no RN

No Rio Grande do Norte as mulheres também são maioria do eleitorado esse ano. Ao todo, o estado tem 2.447.178 eleitores aptos a votar. Destes, 1.293.052 são mulheres, o que representa 52,8% do total. Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral.

PUBLICIDADE