Epidemia ainda não chegou ao pico na América Latina, diz OMS





A epidemia de Covid-19 ainda não alcançou o pico na América Latina, que é o atual epicentro da doença em todo o mundo. A avaliação foi feita nesta quarta-feira pela OMS.

“Eu caracterizaria a situação na América Latina como ainda em evolução. Não atingiu seu pico. Deve resultar, provavelmente, em um número sustentado de casos e mortes contínuas nas próximas semanas”, disse o diretor de emergências da entidade, Michael Ryan.


Perguntado, especificamente, sobre a situação atual do Brasil, Ryan afirmou que é difícil estimar quando o país chegará ao pico de propagação da doença.


“O que você faz afeta o pico. Afeta a altura do pico, afeta a duração do pico… E afeta a trajetória de descida. Tem tudo a ver com a intervenção do governo para responder, com a cooperação da comunidade com a intervenção e com a capacidade de atuação dos sistemas de saúde.”

PUBLICIDADE