Especulações sobre minha candidatura só me prejudicam, diz Moro


Imagem: Andre Coelho/Getty Images


O ex-ministro da Justiça Sergio Moro disse que especulações sobre uma eventual candidatura sua o prejudicaram ao longo da carreira. Logo que rompeu e deixou o governo Jair Bolsonaro (sem partido), o ex-juiz da Lava Jato despertou interesse de ao menos quatro partidos, mas nega o interesse em sair candidato.

“Essa questão é recorrente. Acho que essas especulações quanto à candidatura, isso na minha carreira, só me prejudicou. Como juiz perguntavam e achavam que ia sair para presidente. Aí, como ministro, no primeiro dia (falavam) ‘ah, vai ser candidato 2022, 2026,’ também é algo que me prejudicou”, afirmou.

Moro deu as declarações hoje (13) em live com um dos fundadores do movimento Vem Pra Rua, Rogério Chequer. Em 2018, Chequer se candidatou a governador de São Paulo pelo partido Novo.

“Não é algo que tenho pensamento no momento. Temos um problema sério em 2020 que é a pandemia, emprego e renda. E temos outras pautas que precisamos retomar. Não tem nem cabimento esse tipo de cogitação”, afirmou Moro.

O ex-juiz disse que não é momento para nenhum candidato pensar em eleições presidenciais de 2022. A intenção de disputar o segundo mandato é recorrente em Jair Bolsonaro.

“Isso para qualquer pessoa. Quem estiver pensando, salvo, talvez, quem estava se preparando para eleição municipal, talvez possa ainda se preocupar. Mas o foco do momento é outro absolutamente diferente”, declarou sobre as eleições presidenciais de 2022.


UOL

PUBLICIDADE

© 2020. Portal Potiguar. Todos os direitos reservados.