Felipe Neto é intimado a depor após chamar Bolsonaro de “genocida”

Felipe Neto revelou em seu Twitter que foi intimido pela polícia para responder por “crime contra a segurança nacional”. O motivo, segundo o youtuber e influencer, teria sido chamar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de “genocida”. A queixa-crime foi aberta pelo filho “02” do chefe do Executivo federal, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ).

“Carlos Bolsonaro foi no mesmo delegado q me indiciou por ‘corrupção de menores'”, completou Felipe Neto em uma publicação no Twitter.


A queixa-crime foi aberta, segundo o próprio Carlos, na última quinta-feira (11/3), contra o youtuber e a atriz Bruna Marquezine, alegando difamação contra o presidente Bolsonaro.


Metropóles

PUBLICIDADE