Festa surpresa deixa seis com Covid-19 e 16 da mesma família com suspeita: ‘Pesadelo’

Uma festa de aniversário surpresa se tornou uma pesadelo para uma família do interior paulista após seis serem contaminados e 16 terem sintomas da Covid-19. Filhos e netos de Registro, cidade do Vale do Ribeira, tiveram suspeita ao se reunirem no início de outubro para comemorar o aniversário do pai que completou 70 anos. “Se tornou um grande pesadelo”, desabafa a filha Lucieny Moura, de 41 anos.


Lucieny é técnica de enfermagem e relatou ao G1 neste sábado (31) que três dias após a festa surpresa do pai os familiares começaram a ter diarreia, vômito, perda de apetite, fraqueza e dores de cabeça e musculares. Ela passou a apresentar sintomas a partir do sétimo dia, quando começou a sentir muitas dores.

“Apresentei vômito e muita dor de cabeça, no segundo dia veio a diarreia, as dores nas pernas abaixo do quadril muito fortes, a cabeça parecia que ia explodir e meus familiares já todos com o mesmo sintomas. A preocupação maior eram meus pais que estavam bem fracos já sem comer e com muita dor” relembra.

Os familiares começaram, então, a procurar unidades de saúde. A técnica explica que nem todos conseguiram fazer os testes, e quem trabalhava em home office ou os estudantes não chegaram a fazer o teste, por já estarem em isolamento. Da família, Lucieny, o esposo, o irmão, a cunhada e os pais fizeram a testagem, e todos receberam a confirmação da doença. “Os sintomas foram os mesmos até mesmo em quem não testou”, explica.

Alguns familiares moram em São Vicente e o irmão dela em Minas Gerais. Ela relata que todos ficaram em isolamento por duas semanas, até a melhora nos sintomas. Apesar das dores fortes, ninguém precisou ser internado. “Estamos bem graças a Deus. Meu marido está melhor, mas continua com complicações de diabetes”, comenta.

Lucieny conta que toda a família era extremamente cuidadosa, e por isso decidiram se reunir. Após o episódio, ela comemorou a recuperação nas redes sociais e publicou um texto alertando amigos sobre o perigo. “Para mim foi uma surpresa, pelo tanto que me cuidava. O pessoal está me malhando por ser da enfermagem, mas acima de tudo eu sou um ser humano. Todos nós que saímos para trabalhar somos linha de frente, eu fiz a postagem para alertar disso”, completa.

Ver irmãos, sobrinhos, filhos e pais passarem por essa situação foi complicado para a técnica. “Foram dias muito difíceis”, relembra. Agora, ela comemora que a família esteja bem, mas decidiu usar a experiência para conscientizar pessoas.

“Evitem aglomeração sim, gente, o vírus não é brincadeira, ele está aí sim. Eu sabia que uma hora ou outra alguém ia se contaminar, mas não imaginava que seria ao mesmo tempo. Se cuidem”, completa Lucieny.


G1


PUBLICIDADE

© 2020. Portal Potiguar. Todos os direitos reservados.