top of page

Governo diz que preços dos alimentos terão alta por causa da guerra na Europa

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou nesta quarta-feira (2) que o preço dos alimentos deverão ter uma alta, mas a magnitude depende do andamento do conflito entre Ucrânia e Rússia.

"O preço a gente acha que terá alta sim, quanto? A soja já subiu, já caiu um pouco, o milho já subiu, já caiu um pouco. Isso é uma commodity (produto basico com cotação internacional). A gente tem que acompanhar e diminuir os impactos que poderão ter. Isso tudo depende, se a guerra acaba hoje ou amanhã, é um impacto, se continuar por muito tempo, é outro.", afirmou.


Os preços dos alimentos estão subindo em todo o mundo, pois Ucrânia e Rússia são grandes fornecedores globais de grãos. Além disso, há o risco de escassez de fertilizantes pelo planeta, produto que também e forte na região. E, por último, ainda há o impacto do dólar, cuja cotaçao sobe em momentos de turbulências e incertezas. A ministra disse, contudo, que que é necessário achar alternativas para mitigar os possíveis efeitos da guerra e das sanções nos preços dos alimentos.


"A gente tem que diminuir esses impactos. É achar alternativas de ter fornecimento, abastecimento. O preço é o mercado, o trigo subiu nas alturas por quê? Porque a Ucrânia é um grande produtor de trigo, então influencia no mercado global" disse a ministra.


Com informações de O Globo

Comments


PUBLICIDADE

bottom of page