Médico de 95 anos que seria 1° vacinado contra covid em cidade morre horas antes

Reprodução

Um médico de 95 anos morreu ontem, dia do início da campanha de vacinação contra a covid-19 na cidade de Mutuípe, na Bahia. Divaldo Brandão, também conhecido como Dr. Divaldo, seria o primeiro morador do município a receber a imunização na etapa que contemplará apenas profissionais de saúde.


Segundo familiares, o médico morreu em casa, enquanto dormia. A causa do óbito não foi divulgada.

O corpo de Dr. Divaldo foi velado pela manhã na Câmara de Vereadores do município e sepultado por volta das 17h de ontem em um cemitério de Salvador. Com a morte do médico, uma técnica de enfermagem foi a primeira pessoa a ser vacinada contra o novo coronavírus na cidade.


Em nota de pesar, a Prefeitura de Mutuípe lamentou a morte de Brandão, o primeiro médico do município desde 1952. Naquele ano, ele comandou no posto de saúde uma campanha de vacinação contra um surto de febre tifoide na região.



UOL


PUBLICIDADE

© 2020. Portal Potiguar. Todos os direitos reservados.