Mulher é morta a tiros por causa de comentário em rede social

Dançarina é morta a tiros na porta de casa, no município de Feira de Santana

Foto: Reprodução

A dançarina Juciene Sampaio Bastos, de 24 anos, também conhecida como Juju Tempestade, teria sido morta a tiros por causa de um comentário feito em rede social sobre a morte de um jovem. A informação confirmada nesta sexta-feira (14) pelo titular da Delegacia de Homicídios (DH) de Feira de Santana, Rodolfo Faro. Ninguém foi preso.

"Não era bichão, nego? Tá vendo aí o final dos bichão onde é", escreveu Juju Tempestade.


De acordo com o delegado, Brendo Brito dos Santos, de 24 anos, foi morto a tiros na última quarta-feira (12), na Rua Paulo Afonso, que fica no bairro Jardim Cruzeiro, em Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador.

Ainda na publicação, a dançarina disse que o jovem já havia ameaçado matar ela. "Disse que ia me dá um tiro, em pai, lembro como hoje que ia me mostrar. Quem mostrou mesmo? Kkkkkkkk quem morreu primeiro? Isso mesmo: você", comentou a mulher.

Juciene Sampaio Bastos foi morta com cerca de 10 tiros na frente da casa onde morava, em Feira de Santana, na quinta-feira (13). Uma câmera de segurança flagrou o momento do crime.

As imagens mostram o momento em que um homem em uma moto passa pela frente da casa da vítima e para mais à frente. Em seguida, a mulher sai de dentro de casa e o suspeito então se aproxima.

Juciene encontra o suspeito, que desce da moto e fica de costas para ela. Ao virar de frente, ,ele efetua os disparos contra a vítima e foge logo em seguida.

O corpo da dançarina foi encaminhado para ao Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana. A autoria do crime está sendo investigada pela polícia.

PUBLICIDADE