PM ameaça parar 35% do efetivo no RN por falta de pagamento de diárias


Pelo menos 35% do efetivo policial militar que está nas ruas das grandes cidades potiguares é escalado por meio de pagamento de Diárias Operacionais, aumentando assim a sensação de segurança em locais de índices de violência alto, gerando queda nas estatísticas de crimes violentos.


De acordo com as associações de policiais militares do Rio Grande do Norte, o Estado vai ficar sem essa fatia de homens da Segurança Pública nas ruas, a partir desse sábado, se as diárias operacionais que estão há 45 dias sem pagamento não forem depositadas e de hoje para amanhã.


Para o Sargento M. Sousa, presidente da APBMS (Associação de Policiais e Bombeiros Militares do Seridó), o comandante geral, Coronel Alarico, comunicou que não vai colocar o efetivo nas ruas caso o pagamento das DOs que estão em atraso não seja regularizado até essa data, 30 de abril.

PUBLICIDADE