Relatório da Justiça Eleitoral opina pela desaprovação das contas de campanha de Allyson

Divulgação

O corpo técnico da 34ª Zona Eleitoral de Mossoró emitiu parecer pela deseprovação das contas da campanha de Allyson Bezerra (Solidariedade)/Fernandinho das Padarias (PSD). O relatório aponta irregularidades graves, principalmente em relação às doações de campanha.


O Blog do César Santos teve acesso ao relatório preliminar da Justiça Eleitoral. O conteúdo deve ser motivo de preocupação do prefeito Allyson e de sua assessoria jurídica. Há pontos bem graves.


Entre os que chamam a atenção é a lista de cerca de dez doadores, devidamente identificados, e que fazem parte de programas sociais do Governo Federal. Eles estão na lista do auxílio emergencial, o que sugere que não teriam condições financeiras para fazer doações.


O processo da análise de contas de Allyson, como não está protegido por segredo de justiça, qualquer cidadão pode ter acesso e pesquisar. O número do processo: 0601136-16.2020.6.20.0034, classe: prestação de contas eleitorais; órgão julgador: 34ª Zona Eleitoral de Mossoró/RN.


O relatórior é assinado pelo servidor da Justiça Eleitoral Francisco Márcio de Oliveira, chefe da 34ª Zona Eleitoral.


DEFESA

O prefeito Allyson Bezerra, por meio de sua assessoria jurídica, emitiu nota neste domingo (31) para tranquilizar sobre o processo de prestação de contas. Veja a íntegra:


“O processo de prestação de contas da campanha eleitoral de 2020 ainda está tramitando e estamos prestando os esclarecimentos e documentos necessários. Arrecadamos e realizamos os gastos dentro da legalidade. O parecer apresentado apontou formalidades que estão sendo respondidas. Entendemos como normal a manifestação técnica em epígrafe, mas não há o que temer quando se está dentro da lei.


Assessoria jurídica do Prefeito Allyson Bezerra.”


Jornal de Fato

PUBLICIDADE