top of page

Rodrigo Maia diz que Bolsonaro é gay: “Não consegue assumir”


O deputado Rodrigo Maia (sem partido) disse pensar que o presidente Jair Bolsonaro é homossexual. Deu a declaração em entrevista ao podcast “Derrete Cast” na noite de 5ª feira (02). O congressista foi questionado sobre a sexualidade do capitão da reserva pelos apresentadores do programa.


“Tenho uma grande dúvida. Eu acho que é”, afirmou. “Não tem uma mulher que ele admire, ele não gosta. Qual é o problema? Não estou brincando. Acho que esse debate tem que fazer. Ele não consegue assumir o que ele é.”, completou o congressista que, por mais de uma vez, disse estar “falando sério”.


Maia ainda afirmou ter “muitos amigos” homossexuais e disse “não ter problemas com isso”. Citou o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e falou que admira o tucano. Sobre Bolsonaro, opinou que a formação militar “reacionária” do presidente seria um motivo para ele esconder a suposta homossexualidade. “Ele prefere dizer que é machão.”


Maia ganhou o cargo de novo vice-líder da oposição na Câmara dos Deputados em agosto. Enquanto presidente da Câmara, protagonizou uma série de discussões públicas com Bolsonaro. Depois que deixou o comando da Casa, seguiu como crítico do governo. Após a live do presidente sobre voto impresso, o ex-presidente da Câmara chamou Bolsonaro de “populista”.


“Ganha as eleições pelo voto democrático e, depois, por dentro do sistema, questiona as instituições democráticas, como vem fazendo de 2019, com as manifestações contra o Congresso e o Supremo”, afirmou à época.


Também criticou declarações do presidente contra ministros do STF (Supremo Tribunal Federal). Em publicações nas redes sociais, Maia comparou Bolsonaro com o ex-presidente da Venezuela Hugo Chávez, chamando-o de “ditador”.

“Depois de eleitos, atacam as instituições democráticas e tentam destruir a democracia representativa e o Estado democrático. É, na verdade, um ditador igual a Chávez”, escreveu.



Poder 360

Comments


PUBLICIDADE

bottom of page