top of page

Secretaria de Saúde volta atrás e diz que RN ainda vive epidemia de arboviroses


Depois de anunciar o fim da epidemia de dengue e de chikungunya, a Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap-RN) voltou atrás e afirmou que o RN ainda vive momento de epidemia das doenças.


"A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) esclarece que o quadro epidemiológico das arboviroses no Rio Grande do Norte segue inspirando cuidados, mantendo-se o cenário de epidemia", esclareceu em nota.


O fim da epidemia havia sido anunciado nessa terça-feira (23). Contudo, o estado considerou que a redução dos casos ainda não é suficiente para diminuir o nível de preocupação com as arboviroses.


"Esta semana região Leste sofreu chuvas intensas e a Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (Emparn) indica que novas precipitações devem ocorrer até meados de setembro, o que pode contribuir para novos criadouros de mosquito", avaliou.


A secretaria de Saúde reforçou ainda que mantém ações, em conjunto com os municípios. "A Sesap renova o apelo à população para a vigilância em potenciais locais de acúmulo de água para que não venham a tornarem-se criadouros do Aedes Aegypti", completou.


O RN já soma mais de 45 mil casos de dengue em 2022. Desse total, 7.512 foram confirmados e 38.109 são considerados prováveis. Em relação à chikungunya, são 2.798 confirmados e 12.681 prováveis. Nos casos da Zika, são 468 confirmados e 4.167 prováveis.

Comments


PUBLICIDADE

bottom of page