top of page

Sem nunca ter saído do RN, pescador é preso por assaltos praticados em São Paulo


Enquanto muita gente reclama da impunidade no Brasil, em não raras oportunidades, o País vivencia também uma situação contrária: de injustiça. É isso que parece ter ocorrido no caso do pescador José Damião de Medeiros, que viralizou em todo o Brasil por ter sido preso, nos últimos dias, acusado de ter cometido um assalto em São Paulo há alguns anos atrás.


O caso, noticiado e destacado no Panorama 95, com Marcus Dantas, apontou que Damião nunca foi a São Paulo. Ele, no máximo, visitou Natal uma vez. "Nunca nem sai do Rio Grande do Norte", afirmou ele na entrevista.


Damião foi abordado por policiais enquanto participava de uma reunião de pescadores, na sede da associação em Jardim do Seridó. Antes de ir ao local da reunião os policiais, de posse de um mandado de prisão expedido pela Justiça de São Paulo, foram até a residência de Damião e sua esposa, a sua procura.


O pescador não chegou a ser algemado no momento da prisão, e foi conduzido pelos policiais até Delegacia Regional da Polícia Civil de Caicó, onde permaneceu em uma das celas da unidade na primeira noite, e na manhã seguinte foi transferido para a Penitenciária Estadual do Seridó, onde por oito dias dividiu a cela com mais três acusados de crimes, como homicídio e tráfico e drogas.


Segundo a defesa do pescador, o problema, provavelmente, foi causado por documentos perdidos por ele e que, possivelmente, chegaram ao criminoso paulista e foram usados por ele por alguns anos.

留言


PUBLICIDADE

bottom of page