Venezuelanos são vacinados contra a Covid-19 em Mossoró

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP) em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde de Mossoró (SMS) e Comitê Estadual Intersetorial de Atenção aos Refugiados, Apátridas e Migrantes do Rio Grande do Norte (CERAM/RN) promoveram a vacinação dos refugiados venezuelanos indígenas da etnia Warao em Mossoró na tarde desta segunda-feira (19/04), às 14h.

Foto: Divulgação

Neste primeiro momento 21 venezuelanos desta etnia receberão a dose do imunizante. Ao todo, 64 da etnia Warao residem em Mossoró dos 108 venezuelanos que estão na Capital do Oeste no momento.


A vacinação é parte da etapa atual do Plano Estadual de Imunização, voltada às populações em situação de vulnerabilidade. A ação atende à Recomendação nº 04/2021, de 2 de março de 2021, do CERAM/RN, que recomendou aos órgãos estadual e municipais de saúde de Natal e Mossoró a inclusão da população refugiada venezuelana como grupo prioritário, assim como os indígenas nacionais, por se encontrarem em situação de maior vulnerabilidade em relação à transmissão do vírus e ao desenvolvimento de complicações graves da COVID-19.


A ação contou com a participação e apoio da SESAP, da Secretaria Municipal de Saúde de Mossoró (SMS), do CERAM/RN, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Juventude de Mossoró (SDSJ), da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e da Fundação Nacional do Índio (FUNAI).

PUBLICIDADE