98% do lixo produzido no RN não é reciclado e Estado deixa de ganhar R$ 670 milhões por ano