top of page

Candidato a deputado estadual pelo RN entra no Tinder para 'seduzir' eleitores


Em uma eleição marcada pela apatia, o candidato a deputado estadual Carliano Carvalho (PSB), de apenas 21 anos, apelou para o Tinder, um aplicativo de paquera, para tentar despertar o interesse do eleitorado.


Nessa rede social, pessoas curtem umas às outras e, quando a simpatia é mútua, dá-se o desejado match: os perfis se conectam.


O poder de sedução de Carliano vai bem. São quase 50 matches por dia, segundo ele, que é ativista da causa animal e que prega a renovação política. O perfil está no ar há cerca de uma semana.


Quando o paquerador percebe que o interesse é por seu voto, porém, as reações são as mais diversas. "Amigo, eu odeio política. Desculpas", cortou uma pessoa.

"E eu pensando que Carliano tinha se encantado pelos meus olhos", divertiu-se uma enamorada. "Me encantei pelo seu apoio", respondeu o candidato.


"Se for pelo charme, meu voto já é teu, deputado", flertou um interessado. "Imagina pelas ideias então?", piscou Carliano.


Ele curte homens e mulheres sem qualquer critério, "até porque a campanha é bastante progressista no campo dos costumes".


O candidato diz que o flerte político é uma estratégia para engajar simpatizantes, em vez de bombardear adeptos de redes sociais com propaganda eleitoral.


Até porque, observa ele, se quisesse competir com pré-candidaturas de porte, estaria desde a largada em desvantagem. Seu foco é a renovação e inovação, começando pelo modo de fazer política, gastando o mínimo possível.


"A pauta da campanha é inovação. Inovação para superar essa política do dinheiro, da paixão ideológica, do sobrenome hereditário há 300 anos. Então o pessoal pega logo o espírito, a minha intenção é desenvolver conversas genuínas sobre a eleição e minhas propostas.", finaliza Carliano.



Comentários


PUBLICIDADE

bottom of page